domingo, 30 de agosto de 2015

Prefeitura se Garanhuns suspende estacionamento na praça Mestre Dominguinhos.

NOTA DE INFORMAÇÃO      A AMSTT vem através desta nota, informar à população que devido aos últimos comentários ocorridos com respeito ao estacionamento público na Praça Mestre Dominguinhos, o projeto será suspenso, o qual tinha como objetivo principal atender o clamor da sociedade que cobrava intensamente medidas imediatas visando a necessidade de se ampliar o espaço de estacionamento de veículos na cidade, que em 2005 era de 18 mil veículos, aproximadamente, e em 2015, cresceu para mais de 48.000 veículos.    Esclarecemos ainda que o projeto inicialmente teria uma fase experimental visando a aprovação ou não da população, por entender que seria a única forma, a curto prazo, de tentar resolver esta necessidade social, sendo elaborado cuidadosamente de forma que todo material empregado na demarcação e sinalização fosse rapidamente retirado quando necessário, não afetando assim a sua estrutura original, o que nos dava a certeza de que poderíamos disponibilizá-la a qualquer momento para os eventos já previstos e os que eventualmente surgissem.    Sendo assim, a AMSTT reforça a intenção de sempre buscar as melhorias necessárias para fluidez e satisfação do trânsito em Garanhuns, mas sempre em consonância com a vontade popular, motivo da decisão, colocando-se desde já ao inteiro dispor para receber sugestões que visem vencer este grande desafio de se construir um trânsito melhor e com mais mobilidade dentro de uma cidade com uma frota de veículos em total expansão, face o forte crescimento populacional.    Sem mais, agradecemos a compreensão da população, que entende da necessidade de se tomar medidas arrojadas, mas, facilitadoras e preparadoras para um futuro melhor.       Atenciosamente,                                JOÃO EMMANUEL LEITE DE OLIVEIRA Diretor Presidente

sábado, 29 de agosto de 2015

Dilma diz ‘concordar com tudo’ que Lula disse sobre 2018

Foto: Roberto Stuckert/Palácio do Planalto.
Foto: Roberto Stuckert/Palácio do Planalto.
Da Agência Estado
A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira, 28, que concorda “com tudo que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fala” após ter sido questionada sobre afirmações dele, pela manhã, de que, se fosse preciso, seria candidato nas eleições de 2018. “Tudo o que o Lula fala, eu concordo”, disse Dilma ao chegar ao Centro de Convenções Edson Queiroz, em Fortaleza, onde se reuniu com empresários.
As declarações de Lula foram feitas durante uma entrevista à Rádio Itatiaia, de Montes Claros, na região norte de Minas Gerais. Foi a primeira vez que o petista se colocou mais claramente como um possível candidato desde que deixou a Presidência, em 2010.
Perguntado se disputaria as próximas eleições presidenciais, Lula respondeu: “Não posso dizer que sou nem que não sou candidato. Sinceramente, espero que outras pessoas sejam candidatas. Agora, uma coisa é certa: se a oposição acha que vai ganhar, que não vai ter disputa, e que o PT está acabado, ela pode ficar certa de que, se for necessário, eu vou para a disputa e vou trabalhar para que a oposição não ganhe as eleições”.
Um pouco mais cedo, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, também comentou a entrevista dada por Lula. Segundo o dirigente petista, “há um forte desejo de que ele seja candidato”. Dilma participa da reunião com os empresários ao lado do líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT), do líder do governo no Congresso, senador José Pimentel (PT-CE) e do ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE).
NE 10.

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Centenas de garanhuenses vão às ruas em prol dos direitos da pessoa com deficiência

Centenas de pessoas lutando por uma causa em comum: a busca por mais respeito para as pessoas com deficiência. Foi com esse intuito que diversos garanhuenses saíram às ruas na manhã desta sexta-feira (28). A caminhada, marcando mais uma ação da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, foi realizada em parceria com o Governo Municipal de Garanhuns, por meio das secretarias de Saúde, Educação e Esportes, Governo, Pessoa com Deficiência, Assistência Social, Comunicação Social e Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transporte (AMSTT). Escolas da rede pública e privada, dentre outras instituições, participaram do momento.
O secretário de Governo, interino da Pessoa com Deficiência, Wanderley Lopes, participou da mobilização e fala sobre a importância da caminhada. “Esse momento representa mais uma ação de inclusão social, chamando a atenção da população de Garanhuns para essa luta. O intuito não é pedir mais leis. Mas fazer valer as que já existem, que, em seu corpo escrito, já são bem definidas. É uma forma também de chamar a atenção das pessoas para lutarmos juntos por essa causa. Essa luta deve ser de cada cidadão. A indiferença no cotidiano surge quando não se enxerga a pessoa, e sim, a deficiência. Mas vale ressaltar que, ser diferente é normal, anormal é ser indiferente”, enfatizou o titular da pasta.
A busca por uma sociedade mais inclusiva, pela garantia do cumprimento dos direitos das pessoas com deficiências e a luta pela inclusão dessas pessoas no contexto social foi o que impulsionou a realização dessa caminhada e das diversas atividades que foram promovidas durante essa semana, pelo Governo Municipal, em alusão à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência. A realização de ações em todo o município são largos passos dados nesse caminho por políticas públicas cada vez mais inclusivas.
O presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comude), José Juca de Melo, comemora as ações realizadas em Garanhuns.  “Essa caminhada foi muito bonita. E foi mais um avanço nessa luta pelo direito das pessoas com deficiência, que em primeiro lugar são pessoas. Agradecemos a todos que participaram conosco desse momento. Essa é a terceira caminhada, realizada aqui em Garanhuns, em prol da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência e vamos continuar, todos os anos, lutando por essa causa. Já temos obtido muitas conquistas, porém não vamos parar de lutar”, afirma o presidente.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Estacionamento com 380 vagas será implantado na Praça Mestre Dominguinhos




A área central de Garanhuns vai ganhar 380 novas vagas de estacionamento. O espaço, que começou a ser demarcado esta semana, ficará instalado na Praça Cultural Mestre Dominguinhos e funcionará como sistema de estacionamento rotativo, conhecido como Zona Azul. Os cartões são vendidos em 40 postos credenciados e custam R$ 1,00. Com a ação, a Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) espera melhorar a fluidez do trânsito na área. O funcionamento deve iniciar em setembro.
De acordo com o presidente da AMSTT, coronel Emmanuel Leite, outras mudanças devem ser executadas nos próximos meses. Todas as medidas visam a melhoria do fluxo de veículos. “Estamos estudando a possibilidade de aumentar o número de postos de vendas do Zona Azul, de 40 para 60, e estarão identificados com banners. Isso facilita o acesso à compra para os motoristas que precisam deixar seus veículos estacionados nessas vagas. Também estaremos fazendo mudanças no formato das vagas de estacionamento do centro, que passarão a ser paralelas e não mais em 45 graus”, destaca o titular da autarquia.
Atualmente, a frota de veículos de Garanhuns, de acordo com dados do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran/PE), é de 48.052, sendo 13.910  motos e motonetas. Em 2005, a frota era de 17.635. Crescimento, em 10 anos, de mais de 30 mil veículos. O estacionamento na Praça Cultural Mestre Dominguinhos deixará de funcionar durante período de eventos em que o local torna-se polo de animação. 


SECOM GUS.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Operação realiza várias prisões em Garanhuns e região.


    Dezoito pessoas foram presas, na manhã desta quarta-feira (26), acusadas de integrar uma organização criminosa que agia praticando assaltos em diversos municípios nos estados de Alagoas e de Pernambuco. O principal alvo da quadrilha eram comerciantes que compram e vendem confecções e que negociam gado. Armas, munições, drogas e veículos roubados foram apreendidos com os criminosos.

Cerca de 250 policiais rodoviários federais, militares e civis dos dois estados, além do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (GECOC) do Ministério Público (MP/AL) participaram do cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão.

A ação integrada ainda envolveu as Secretarias de Defesa Social e de Ressocialização dos dois estados, além dos Ministérios Públicos estaduais, 17ª Vara Criminal de Alagoas e a Justiça de Pernambuco.

As ordens judiciais foram cumpridas nas cidades de Garanhuns, Lajedo, Agrestina, Jurema, Panelas e Caruaru, em Pernambuco, e também em Maceió e União dos Palmares, em Alagoas.

A quadrilha presa é considerada muito perigosa devido a quantidade de pessoas envolvidas e ousadia na prática de seus crimes. Estima-se que nos últimos quatro meses os produtos roubados já ultrapassam a quantia de R$ 1 milhão.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Mototaxistas passarão por recadastramento em Garanhuns

    A Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) inicia, na próxima terça-feira (01), o recadastramento dos 321 mototaxistas atuantes em Garanhuns. Para o ato, é necessário estar munido da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e o alvará 2015. Os profissionais devem seguir uma ordem pré-estabelecida para se apresentarem na sede da autarquia, localizada na avenida Luiz Souto Dourado, S/N, bairro Heliópolis.
 O cronograma, que indica o número da permissão e a data de comparecimento será entregue nos pontos de trabalho da categoria. A convocação visa a conclusão de um mapeamento dos pontos de atuação dos mototaxistas, regularização e redistribuição dos já existentes, além de colaborar para um estudo de criação de outros locais. Para outras informações, o contato da AMSTT é o (87) 3762-3967.

Confira, abaixo, cronograma da ação por número da permissão:

NÚMERO DA PERMISSÃO

DATA

do nº 001 ao nº 020
01 de setembro de 2015
do nº 021 ao nº 040
02 de setembro de 2015
do nº 041 ao nº 060
03 de setembro de 2015
do nº 061 ao nº 080
04 de setembro de 2015
do nº 081 ao nº 100
08 de setembro de 2015
do nº 101 ao nº 120
09 de setembro de 2015
do nº 121 ao nº 140
10 de setembro de 2015
do nº 141 ao nº 160
11 de setembro de 2015
do nº 161 ao nº 180
14 de setembro de 2015
do nº 181 ao nº 200
15 de setembro de 2015
do nº 201 ao nº 220
16 de setembro de 2015
do nº 221 ao nº 240
17 de setembro de 2015
do nº 241 ao nº 260
18 de setembro de 2015
do nº 261 ao nº 280
21 de setembro de 2015
do nº 281 ao nº 300
22 de setembro de 2015
do nº 301 ao nº 321
23 de setembro de 2015
RETARDATÁRIOS
24 de setembro de 2015
RETARDATÁRIOS
25 de setembro de 2015

Governo decide e paga em setembro antecipação do 13º salário para aposentados

O adiamento no pagamento provocou reação do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos  / Foto: Reprodução
O adiamento no pagamento provocou reação do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos
Foto: Reprodução
Para evitar um maior desgaste com a adoção de uma medida impopular, o Palácio do Planalto decidiu pagar em setembro a antecipação da primeira metade do 13º dos aposentados. Por conta das dificuldades financeiras nas contas públicas, o Ministério da Fazenda havia defendido o pagamento da metade do benefício em duas parcelas, a primeira no mês que vem e a segunda, em outubro 


PALAVRAS-

Em nota, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República afirmou que a presidente Dilma Rousseff decidiu nesta segunda-feira, 24, pagar a primeira parcela a partir do dia 24 de setembro. Os outros 50% serão pagos em novembro.

Em meio à deterioração dos indicadores econômicos, com queda na arrecadação, o governo federal não antecipou o pagamento em agosto, como vinha sendo feito desde 2006. Ao optar por fazer o pagamento da primeira metade de uma vez só, Dilma seguiu a orientação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que recomendou que não se abrisse uma nova crise em tempos de baixa popularidade do governo.

O adiamento no pagamento provocou reação do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos (Sindinapi), que acusou o governo de gerar "um colapso nas finanças de grande parte dos aposentados e pensionistas, que já empenharam esse dinheiro".

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também alertou na semana passada para o risco de haver uma proliferação de ações judiciais, caso o parcelamento da antecipação não fosse revisto

Apesar da cautela com o Planalto com a antecipação, a própria presidente e os ministros da área econômica já receberam, em julho, 50% de suas remunerações extras.

NE 10.