terça-feira, 16 de setembro de 2014

Faixas de pedestre começarão a ser recuperadas em Garanhuns.




     Depois de muita cobrança por parte dos ouvintes da Rádio Jornal sobre a recuperação das faixas de pedestre na cidade, resolvemos ir até a AMSTT para saber se existe alguma novidade quanto a este assunto. Fomos recebidos por Adilson Sulene e Elielson que mostraram a máquina responsável pela pintura, o que falta é a finalização da licitação das tintas para o trabalho começar. Ainda segundo Adilson, com a aquisição da máquina o trabalho será permanente evitando que a sinalização se apague antes do tempo. A previsão é de que as faixas comecem a ser recuperadas semana que vem.

sábado, 13 de setembro de 2014

Coveiro é afastado após foto ao lado de cadáver na Espanha

    Um coveiro do cemitério de Guardamar del Segura, em Alicante, na Espanha, foi afastado depois que posou para foto ao lado de um cadáver mumificado e um parente do morto. A imagem gerou polêmica ao ser publicada nas redes sociais.
Coveiro posou para foto ao lado de cadáver mumificado e parente do morto (Foto: Reprodução/Twitter/Jordi Andreu)

A cena surreal aconteceu depois que familiares decidiram abrir a sepultura do morto para que sua mulher pudesse ser enterrada no mesmo local, e decidiram tirar uma foto com o corpo mumificado. Segundo a agência Efe, o episódio bizarro ocorreu no fim de agosto.
A foto polêmica foi compartilhada por vários usuários no Twitter e Facebook.

Britânico flagra caminhão transportando casa em estrada

    O britânico Ed O'Mara se deparou com uma cena inusitada enquanto dirigia por uma estrada na região de Northamptonshire, no Reino Unido.

O'Mara flagrou caminhão transportando uma casa e postou a imagem no Twitter.

Ele ainda brincou ao comentar o episódio: "eu odeio quando estou com pressa para chegar em casa depois do trabalho, mas ficou preso atrás de uma casa".
Ed O'Mara flagrou caminhão transportando uma casa  (Foto: Reprodução/Twitter/Ed O'Mara)

Cão abandonado fica obeso após virar 'mascote' de lanchonete em MT

      Um cão que vive em uma lanchonete e restaurante em um posto de combustíveis às margens da BR-364 em Mato Grosso, entre as cidades de Tangará da Serra e Campo Novo do Parecis, tem chamado a atenção de quem para no local. 'Bolinha', como o nome sugere, não tem raça definida e está com excesso de peso. Por conta disso, não corre e anda com certa dificuldade. O animal ficou assim após ser 'adotado' pelos proprietários do restaurante, depois de ter sido abandonado pelos donos, há aproximadamente 12 anos, contou o atual responsável pelo cão.

A reportagem foi sugerida pelo internauta Nill Vianna via a ferramenta colaborativa VC no G1.
"Aqui era um lugar de jogar cachorro fora. Beira de estrada, né? Ele chegou aqui magrinho e começamos a cuidar dele. Só que ele engordou muito depois que os clientes passaram a dar comida pra ele. E o Bolinha come tudo que o pessoal dá. Um pouco de comida, pedaços de salgado...", disse o proprietário do restaurante, Edson de Souza.
 
Ele contou ainda que o cachorro é muito querido por todos. "Ele é muito dócil, não late pra ninguém. É o nosso mascote aqui", afirmou. Souza diz que nunca pesou o cachorro e que tem consciência de que ele está fora do peso normal, mas que nunca buscou ajuda para resolver o problema.
 

A situação do animal surpreendeu Nill Vianna, de 32 anos, que estacionou o veículo no restaurante na última semana para comprar água. "Fiquei impressionado com o tamanho. Ele é baixinho, um pouco maior que um basset. [O peso] Assusta", disse. A dificuldade de locomoção também foi notada por Vianna. "Ele não corre, não faz nada. Anda bem devagarzinho", contou.

As imagens do cão ao médico veterinário residente Joaquim Elias Diogo, que desenvolve projeto na área na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). "É um cão obeso, sem sombra de dúvidas. E, pela idade avançada, corre sério risco de parar de andar, porque o corpo dele não vai aguentar mais. As articulações já devem estar ficando comprometidas", opinou. A solução imediata seria uma dieta controlada e exercícios de baixo impacto, sugeriu.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Filho filma mãe amarrada em UTI de hospital particular no Paissandú

Reprodução/TV Jornal
 
   Um homem denunciou maus tratos dentro de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um Hospital Particular no bairro do Paissandú, região central do Recife. Ele filmou através de um celular a mãe com as mãos amarradas na cama. A mulher, que está internada para se tratar de um câncer de pulmão, teria dito que passava mal e resolveu levantar para chamar uma enfermeira. Por tentar se levantar, ela teria sido presa na maca.

O filho pediu explicações aos funcionários, mas foi informado que era um procedimento normal. Segundo a mãe do rapaz, ela estava com falta de ar e sentia metade do corpo dormente. Revoltado com a situação, ele questionou a atitude dos enfermeiros e foi ameaçado a ser retirado por seguranças. O rapaz procurou a Delegacia do Espinheiro e prestou queixa sobre o caso.

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Atriz pornô faz sexo com 25 em uma noite para poder 'turbinar' os seios

     Apesar das críticas do prefeito de Gatineau, Maxime Pedneaud-Jobin, a atriz pornô canadense Zoé Zebra conseguiu realizar a façanha e fazer sexo com 25 homens em uma única noite, na última sexta-feira (5), e levantar recursos para pôr silicone nos seios.
Zoé Zebra fez sexo com 25 homens em uma única noite para levantar recursos para pôr silicone nos seios (Foto: Reprodução/YouTube/Tomo)Zoé

Pedneaud-Jobin disse que o evento era "vergonhoso" para a cidade canadense. "Queremos promover uma sexualidade e autoestima saudável para as mulheres. Este evento vai contra tudo isso", disse Pedneaud-Jobin, antes da realização da "orgia".

Incialmente, a atriz pornô pretendia fazer sexo em uma van ao lado de um bar, mas, após a polêmica gerada, ela transferiu o ato para um apartamento em cima do mesmo bar.

Uma empresa de entretenimento adulto postou um vídeo da atriz comemorando depois de completar a façanha.

Demitido de empresa invade firma e mata patrão.

    Depois de ser demitido de uma empresa de transportes de cargas, em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio, onde trabalhou por apenas 18 dias, o vendedor Marcos Alves Siqueira, de 27 anos, tentou cobrar R$ 1, 8 mil de supostos direitos trabalhistas, que julgou ter direito. Dono do estabelecimento que o contratou, o empresário Milton Eonio Tito, de 49, pediu que o vendedor procurasse a Justiça para questionar tal valor.

De acordo com investigações da Divisão de Homicídios (DH), na noite do dia 15 de agosto, Marcos e o primo Erivan Alves da Silva, de 38, invadiram a empresa, no fim do expediente. Armada com duas facas, a dupla amarrou o empresário, que teve pés, mãos e boca imobilizados por uma fita crepe.
Marcos Alves Siqueira é acusado de matar empresário
Marcos Alves Siqueira é acusado de matar empresário Foto: Divulgação / Polícia Civil
A vítima, que estava sozinha na firma, foi estrangulada com um fio de telefone. Depois do assassinato, os primos usaram os cartões de débito da vítima por pelo menos 11 vezes. Entre os gastos estão despesas em uma casa de prostituição, em um motel e ainda em um restaurante. O corpo do empresário só foi descoberto na segunda-feira seguinte ao crime, já em estado de decomposição. A fuga da dupla foi flagrada por câmeras de segurança. Depois de ter a prisão temporária decretada pela Justiça, Marcos e seu primo foram presos, sexta-feira passada, por homens da Divisão de Homicídios . Os dois confessaram o assassinato.

De acordo com o delegado Geniton Lages, da DH, desde o início das investigações, a polícia trabalhava com a hipótese de que o crime poderia ter sido sido praticado por alguém que que conhecia a rotina da empresa.

— Esta era uma das nossas linhas. Após rastrear os gastos feitos nos cartões de débito da vítima, conseguimos chegar aos dois acusados. Um deles era um vendedor que trabalhou na empresa por apenas 18 dias — disse o delegado.