sexta-feira, 29 de maio de 2015

conforme anunciado, coronel Emanoel será presidente da Amstt.

   Conforme o programa Ronda Policial da Rádio Jornal Garanhuns anunciou faz quinze dias, o ex comandante do nono BPM coronel Emanoel como presidente da AMSTT no início do mês de julho. Haverá algumas mudanças e estas devem ser anunciadas pelo próprio coronel. Estaremos acompanhando e passaremos os detalhes nos próximos dias.

Ainda em recuperação após acidente, Luciano Huck cancela gravação do “Caldeirão”: “Não se sentiu bem”

   Após o acidente que sofreu no último domingo (24), Luciano Huck pediu para cancelar a gravação do “Caldeirão", seu programa na TV Globo, que estava marcada para esta quinta-feira (28).
“Ele não se sentiu bem, preferiu se preservar”, afirmou a assessoria de imprensa do canal ao “Ego”.
O representante, inclusive, revelou que o apresentador não tem data definida para retornar ao trabalho. “Ainda não temos uma data prevista para retomar as gravações. Devido ao que passou, estávamos até achando ele muito guerreiro.”
O acidente
Luciano Huck, Angélica e os três filhos da dupla - Joaquim, Benício e Eva -, além de suas babas, voavam para Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, quando o avião sofreu uma pane e precisou aterrissar.
Com a manobra do piloto para tentar preservar a vida de todos a bordo, os apresentadores da TV Globo sofreram escoriações. Depois dos primeiros atendimentos, os famosos foram transferidos para o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, onde permaneceram hospitalizados.
Os herdeiros dos artistas e suas babás foram liberados horas após o acidente com escoriações leves.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Audiência pública sobre Saúde do município é realizada em Garanhuns‏

 Mantendo a transparência das ações do Governo Municipal de Garanhuns, será realizada, no dia 02 de junho, uma audiência pública, para a prestação de contas do primeiro quadrimestre de 2015 da Secretaria de Saúde. O momento, que é aberto ao público, será realizado na Câmara de Vereadores – Casa Raimundo de Moraes, a partir das 9h.
 Cumprindo a lei complementar 141/2012, a qual solicita a transparência nos atos e serviços públicos para a saúde, na audiência será apresentado um relatório de gestão, exibindo os dados relacionados a todos os setores da Secretaria de Saúde, referente aos primeiros quatro meses deste ano. O secretário de Saúde de Garanhuns, Arlindo Ramalho, fala sobre a importância da audiência. “Um momento como esse, é uma forma de expor aos servidores e à população, o que tem sido feito e o resultado daquilo que produzimos, de uma forma transparente. Esperamos a presença de todos os interessados em conhecer mais sobre os detalhes de nosso trabalho”, afirma.  
 A audiência levará em conta quatro tópicos, sendo eles: as auditorias realizadas ou em fase de execução, a oferta e produção de serviços, montante e fonte de recursos aplicados e os indicadores de saúde da população. Os serviços existentes no município, as obras de ampliação, reforma e construção que estão em andamento, aquisição de veículos, quantidade de atendimentos por setor e as capacitações realizadas serão alguns dos temas abordados na ocasião. A apresentação do relatório de gestão é contínua - acontecendo a cada quatro meses.
SECOM GUS.

Reeleição pode acabar no Brasil.

Fim da reeleição
Pelo texto aprovado pelos deputados, a nova regra de término da reeleição não valerá para os prefeitos eleitos em 2012 e para os governadores eleitos em 2014, que poderão tentar pela última vez uma recondução consecutiva no cargo. O objetivo desse prazo para a incidência da nova regra foi obter o apoio dos partidos de governantes que estão atualmente no poder.

Durante a votação em plenário, os líderes de todos os partidos orientaram que os deputados das bancadas que votassem a favor do fim da reeleição.
“O entendimento da nossa bancada é que [a reeleição] foi um instrumento que não se mostrou produtivo para o nosso país”, disse o líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ).
Também defensor do fim da reeleição, o líder do Solidariedade, Arthur Maia (BA), argumentou que o uso da máquina pública pelo governante que está no poder torna desigual a disputa com outros candidatos.
“É desigual e injusto alguém disputar eleição contra o governante que está no poder com todos os favorecimentos que este poder proporciona”, discursou.
O líder do PT, Sibá Machado (AC), defendeu o fim da reeleição, com a manutenção do mandato de quatro anos.
“Nossa bancada vai orientar o voto sim, pelo fim da reeleição. Todos nós sabemos que a reeleição foi introduzida por um governo do PSDB”, declarou.
O PSDB também defendeu acabar com a possibilidade de reeleição, ressaltando porém, que essa regra “cumpriu o seu papel histórico”.
“A avaliação da bancada é que devemos caminhar para um novo ciclo, pelo fim da reeleição com mandato de cinco anos. Amanhã [quinta[, discutiremos o período do mandato”, disse o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG).
G1.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

LOCAR pode deixar Serviço de Limpeza Urbana em Garanhuns



   A empresa LOCAR que presta serviços em Garanhuns há mais de 15 anos, tornando o Município referência no Estado no quesito limpeza urbana, pode deixar a Cidade. 

É que a Empresa foi considerada “Inabilitada”, no processo de habilitação da Concorrência Nº 011/2014-PMG (licitação que vem sendo realizada pela Prefeitura de Garanhuns), que tem por objetivo contratar uma “empresa especializada em engenharia sanitária, para executar os serviços de limpeza urbana no Município de Garanhuns”.

Além da Locar Saneamento Ambiental Ltda, outras cinco licitantes não atenderam aos requisitos da habilitação, sendo declaradas Inabilitadas. A informação está publicada no Diário Oficial do Estado de Pernambuco do último sábado, dia 23 de maio.

Todavia, tanto a LOCAR quanto as demais Empresas concorrentes ainda podem modificar esse quadro. Segundo a publicação no DOE, foi concedido um prazo para que os interessados possam entrar com recursos. O prazo se encerra nessa sexta-feira, dia 29 de maio.

De Carlos Eugênio.

sábado, 23 de maio de 2015

Nota informativa – Planetário de Garanhuns com atendimento suspenso para manutenção



    O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Educação e Esportes, informa que, a partir deste sábado (23), o Planetário de Garanhuns terá seu atendimento suspenso por cerca de 15 dias, para a realização de um procedimento de manutenção preventiva. A ação visa melhorar o atendimento aos usuários que utilizam o espaço. Concluída a manutenção, o retorno às atividades do Planetário será informada à população.

SECOM GUS.

Professores de Garanhuns decidem por manutenção do Estado de Greve


    Apesar da divulgação por parte da Prefeitura de Garanhuns nos veículos de comunicação da Cidade, bem como do envio de um oficio aos professores citando uma liminar deferida pela Corte Especial do Tribunal de Justiça de Pernambuco (RELEMBRE), determinando que o SINSEMUG suspenda o movimento grevista na Rede Municipal de Educação, em Assembleia realizada na manhã de hoje, dia 22, no Espaço Cultural Luiz Jardim, ficou definida a continuidade do Estado de Greve nas Escolas Municipais de Garanhuns.


“Foi decidido em assembleia à continuidade do Estado de Greve, pois entendemos que nossa luta está só começando. Não estamos afrontando o Judiciário, pois até o momento não chegou nenhum documento oficial do Judiciário ao SINSEMUG, todavia quando chegar nós paralisaremos o movimento”, pontuou o professor Lincoln Cardoso, que complementou: “vale salientar que a nossa causa maior é a Educação de qualidade, com a valorização do professor; melhorias de trabalho; merenda de qualidade e acima de tudo a formação do nosso aluno como cidadãos críticos e preparados para o futuro. É isso que a sociedade anseia e implora”, pontuou o Professor, que também integra a direção do SINSEMUG.


Nem mesmo a multa diária fixada pelo judiciário entre R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) e R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) ao SINSEMUG, caso descumpra a decisão, foi levada em consideração pelos profissionais de educação. “Quando a notificação oficial chegar nós paralisaremos o movimento, mas vamos trabalhar essa conscientização na escola, pois não é admissível que nos tratem dessa forma, retirando os nossos direitos e tratando mal os nossos alunos”, pontuou uma educadora, de identidade não registrada pelo Blog, durante os discursos em Praça Pública. Após o término da assembleia, os professores saíram em caminhada até a sede da Prefeitura, onde bradaram palavras de ordem e entoaram o Hino de Garanhuns.

De Carlos Eugênio.