segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Candidatos a governador se enfrentam em primeiro debate da Rádio Jornal em Caruaru, nesta quinta

Geraldo Freire será o mediador do debate / Foto: Guga Matos/JC Imagem
Geraldo Freire será o mediador do debate Foto: Guga Matos/JC Imagem

    Armando Monteiro Neto (PTB), Paulo Câmara (PSB) e Zé Gomes (PSOL), os três candidatos ao Governo de Pernambuco cujos partidos têm representantes na Câmara dos Deputados, se enfrentarão no debate da Rádio Jornal, mediado por Geraldo Freire, das 11h às 12h, na próxima quinta-feira (4). O encontro será o primeiro da emissora em Caruaru, no Agreste pernambucano.

O programa será transmitido pelas emissoras do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, nas faixas AM 780 e FM 90.3, e online, pelo site da Rádio Jornal, em vídeo. A íntegra do debate será reprisada nas duas rádios, na mesma noite, a partir das 23h.

“A ideia de levar o debate para o Caruaru é para valorizar a rede de rádios que temos no interior do Estado”, explica o gerente de jornalismo das rádios, Carlos Moraes, frisando que a Jornal é a única com rede AM no interior pernambucano - além de Caruaru, está em Limoeiro, Garanhuns e Pesqueira, no Agreste, e Petrolina, no Sertão. Embora, o encontro vá discutir Pernambuco como um todo, a regionalização será ressaltada.
Armando Monteiro, Paulo Câmara e Zé Gomes são os candidatos que participarão do debate Armando Monteiro, Paulo Câmara e Zé Gomes são os candidatos que participarão do debate Fotos: Agência Brasil e JC Imagem


Moraes adianta que pergunta inicial, feita aos candidatos por Geraldo Freire, será sobre o interior de Pernambuco. O primeiro bloco do debate terá nove minutos destinados aos questionamentos do mediador a Armando Monteiro, Paulo Câmara e Zé Gomes. Cada indagação irá durar até trinta segundos e os postulantes poderão responder em, no máximo, dois minutos. A ordem será feita por sorteio.

Até o dia do debate, os ouvintes que tiverem sugestões podem enviá-las para os emails prodnoticias@radiojornal.com.br e redacao@radiojcnews.com.br, das produções da Rádio Jornal e da JC News, especificamente. As perguntas serão analisadas e podem entrar nesse bloco do programa.

Os candidatos farão perguntas entre si no segundo bloco, que terá duração de cerca de quinze minutos. O questionamento será em trinta segundos, com resposta de dois minutos e réplica e tréplica de um minuto.

A dinâmica do início do terceiro bloco será a mesma, com perguntas, respostas, réplicas e tréplicas entre os próprios candidatos. Em seguida, Paulo Câmara, Armando Monteiro Neto e Zé Gomes terão dois minutos para fazer as considerações finais e apresentar as suas propostas para o Estado.

ANÁLISE - Depois do debate, os âncoras da Rádio JC News Wagner Gomes e Everson Teixeira receberão analistas políticos para avaliar o desempenho dos candidatos. O programa terá 50 minutos e será exibido pela internet, nos sites das duas rádios do SJCC, simultaneamente ao guia eleitoral obrigatoriamente transmitido nas emissoras.
 
DO NE 10.

sábado, 30 de agosto de 2014

Jovem é presa por agredir homem que se recusou a fazer sexo com ela

Do G1, em São Paulo
Shakieria Anquanette Shan Long agrediu homem que recusou fazer sexo com ela (Foto: St. Lucie County jail)


     Uma jovem de 22 anos foi presa em Fort Pierce, no estado da Flórida (EUA), acusada de agredir um homem que se recusou a fazer sexo com ela.
 
Shakieria Anquanette Shan Long atacou e ameaçou com uma faca Eugene Sylvester, de 32, depois que ele recusou suas investidas.
 
Sylvester disse que Shakieria tinha sido babá de seus filhos. Apesar da agressão, ele destacou que não queria prestar queixa contra a jovem.

Shakieria foi levada para a cadeia do condado de St. Lucie.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Menino de 10 anos guarda dinheiro e consegue comprar o primeiro carro

Thiago, de 10 anos, juntou dinheiro durante três anos para comprar seu primeiro carro, em Assis Chateubriand, no Paraná (Foto: Andréia Morales Berce)

    Um menino de 10 anos, que mora em Assis Chateaubriand, na região oeste do Paraná, conseguiu guardar todas as economias e realizar o sonho de comprar o primeiro carro – um Fusca ano 1976, que custou R$ 2,5 mil. Para conseguir juntar o valor, Thiago Morales Berce conta que precisou economizar todo o dinheiro que ganhava do pai e dos parantes durante três anos. “Quando o meu pai tinha 13 anos comprou o primeiro Fusca dele. E eu sempre gostei de Fusca e falava para ele que também queria o meu, então ele falou assim: 'Se você juntar dinheiro, você vai conseguir comprar'. E eu comecei a poupar desde os meus sete anos”, explica o garoto. Como ele ainda não tem idade para dirigir, é o pai que vai cuidar do carro, pelo menos até Thiago completar 18 anos. "Eu e o meu pai vamos usar ele para ir pescar", conta Thiago.
 
O pai – Valdir de Souza Berce, é empresário na cidade e diz que sempre incentivou o filho a economizar. “A gente sempre ensinou ele e a irmã que a gente só tem as coisas quando trabalha e guarda dinheiro. Faz parte da educação deles”, diz.
Agora Thiago vai guardar dinheiro para melhorar o carro (Foto: Kelly Cristina/ Potal Assis)
Valdir também contou que abriu uma conta poupança no banco para que o filho guardasse o dinheiro. “Sempre que meu pai saía da loja, sobravam moedas no bolso ele me dava, meus primos, primas, todo mundo me ajudou. Minha avó me dava notas de R$ 10 ou R$ 20 e falava ‘compra o que você quiser’, mas eu colocava tudo no banco”, lembra o menino.
 
Quando o pai descobriu que o valor do carro já era o suficiente para comprar o Fusca, decidiu fazer uma surpresa. "Meu pai pegou o dinheiro quando eu estava na escola e comprou o Fusca. Quando cheguei ele falou ‘olha que fusca bonito do outro lado da rua, vamos lá ver?’ Quando chegamos perto ele me entregou a chave e disse que era meu. Fiquei muito feliz”, recorda o menino.

Salário mínimo previsto para 2015 será de R$ 788,06, diz ministra

    A ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, anunciou nesta quinta-feira (28) que o Projeto de Lei Orçamentária (Ploa) elaborado pelo governo prevê salário mínimo de R$ 788,06 a partir de 1º de janeiro de 2015. O valor representa um reajuste de 8,8% em relação aos atuais R$ 724,00.
 
Segundo a assessoria da ministra, o impacto do aumento do salário mínimo nas contas públicas, com o pagamento de benefícios, será de R$ 22 bilhões em 2015.

Belchior fez o anúncio após entregar o projeto da Lei Orçamentária ao presidente do Senado, Renan Calheiros. Depois de ser entregue ao Congresso, o projeto passa pela análise da Câmara e do Senado e pode sofrer alterações antes de ser aprovado.

O valor do salário mínimo é calculado com base no percentual de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado mais a reposição da inflação do ano anterior pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

“O salário mínimo previsto no Orçamento para 2015, a partir de janeiro de 2015, será de R$ 788,06. É a regra que está estabelecida de valorização do salário mínimo”, disse a ministra ao deixar o gabinete do presidente do Senado.

A ministra disse que as “grandes prioridades” do projeto são as áreas de saúde, educação, combate à pobreza e infraestrutura. O prazo para que o Executivo envie sua previsão de como vai arrecadar e gastar os recursos públicos termina sempre no dia 31 de agosto, conforme determina a lei. 


Belchior pediu a Calheiros uma “análise rápida” da proposta de modo que seja aprovada até o final do ano, prazo que não precisa ser cumprido obrigatoriamente pelo Congresso. Ainda assim, o presidente do Senado disse que o pedido da ministra poderá ser atendido.
 
“Coloquei toda a equipe do ministério do planejamento a disposição do Congresso Nacional para os esclarecimentos necessários para que o Congresso possa fazer uma análise rápida do orçamento e poder votá-lo até o final do ano, prazo com o qual o presidente do Senado confirmou que é possível fazer”, declarou Miriam Belchior.

Em liberdade condicional, homem é preso no Recife com 4 quilos de crack

PF apreendeu quatro tabletes de crack que totaliza quatro quilos com o criminoso / Foto: Polícia Federal/Divulgação
PF apreendeu quatro tabletes de crack que totaliza quatro quilos com o criminoso Foto: Polícia Federal/Divulgação
 
     A Polícia Federal em Pernambuco anunciou nesta quinta-feira (28) a prisão de um homem natural do município de Portalegre, no Rio Grande do Norte, com uma vasta ficha criminal. Clodoaldo Raposo de Oliveira, 54 anos, já foi preso em 1981, 2002, 2011 e 2014. Em 1988, 1997 e 2011 fugiu de presídios e foi sentenciado a penas que totalizam 46 anos de reclusão. No momento da prisão mais recente, na última segunda-feira (25), estava traficando quatro quilos de crack.
 
Por meio de investigações da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), a PF descobriu que uma quantidade de droga seria entregue no Recife por uma pessoa que viajava de ônibus, vinda do Sul do País. Policiais fizeram vigilância no Terminal Integrado de Passageiros (TIP), no Curado, Zona Oeste do Recife, visando identificar e prender o suspeito.
Tabletes estavam dentro de mala carregada por um menor de idade Tabletes estavam dentro de mala carregada por um menor de idade Foto: Polícia Federal/Divulgação
 
Na chegada de um ônibus de Cuiabá, Mato Grosso, os federais viram descer um menor de idade com uma mala. O rapaz fez uma ligação e se encontrou com Clodoaldo na estação do metrô. Federais abordaram a dupla e encontraram dentro da bagagem quatro tabletes de crack, que totalizaram quatro quilos. Além da droga, a polícia apreendeu três aparelhos celulares.
 
O homem foi preso em flagrante e autuado por tráfico interestadual de entorpecentes e associação, e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão. Ele foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), onde ficará à disposição da Justiça Estadual de Recife. Já o menor, de 16 anos, foi encaminhado à Diretoria de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).
 
Em seu interrogatório, Clodoaldo informou que estava em liberdade condicional, e já havia cumprido mais de 33 anos de prisão por vários crimes. Segundo ele, um colega presidiário o teria contatado para receber a droga no Recife. Sua função seria guardá-la em local seguro para depois entregá-la a outra pessoa. Ele afirmou não ter recebido dinheiro por este serviço. O menor teria sido contratado por traficantes do Mato Grosso, e receberia R$ 2 mil após a entrega.

DO NE10.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Homem é preso em Jaboatão com arma escondida em bicho de pelúcia

Polícia apreendeu um revólver, munições, maconha e um celular / Foto: Polícia Civil/Divulgação
Polícia apreendeu um revólver, munições, maconha e um celularFoto: Polícia Civil/Divulgação
Acusado tentou esconder arma de fogo municiada dentro de pelúcia
Acusado tentou esconder arma de fogo municiada dentro de pelúciaFoto: Polícia Civil/Divulgação
Um homem foi preso em flagrante na manhã desta quarta-feira (27), acusado de homicídio e tráfico de drogas no bairro de Boa Esperança, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.
De acordo com o delegado Igor Leite, que investiga o caso, Istaloni Rodrigues Nunes, 23 anos, tentou esconder a arma de fogo que portava dentro de um bicho de pelúcia.
Além do revólver calibre 38 - que estava municiado - a polícia apreendeu uma quantidade de maconha e um telefone celular.

NE 10.

Pesquisa CNT: Dilma tem 34,2% das intenções de voto; Marina, 28,2%; e Aécio, 16%

De acordo com a pesquisa, no caso de um segundo turno, Marina Silva venceria um embate contra Dilma Rousseff, obtendo 43,7% das intenções de voto, ante 37,8% da adversária / Foto: AFP
De acordo com a pesquisa, no caso de um segundo turno, Marina Silva venceria um embate contra Dilma Rousseff, obtendo 43,7% das intenções de voto, ante 37,8% da adversáriaFoto: AFP
    Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT)/MDA divulgada nesta quarta-feira (27) mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) liderando a corrida presidencial com 34,2% das intenções de voto para a Presidência da República. Em segundo lugar está a candidata pelo PSB, Marina Silva, com 28,2% das intenções de voto, e, em terceiro, Aécio Neves (PSDB), com 16%.
De acordo com a pesquisa, no caso de um segundo turno, Marina Silva venceria um embate contra Dilma Rousseff, obtendo 43,7% das intenções de voto, ante 37,8% da adversária. Nesse cenário, votos brancos e nulos somam 12,4%, e não sabem ou não responderam à pesquisa 6,1%. Os resultados são semelhantes à pesquisa do Instituto Ibope divulgada nessa quarta (27).
Se o embate no segundo turno fosse disputado entre Dilma e Aécio, a candidata do PT obteria 43% dos votos, e o tucano 33,3%. Brancos e nulos somariam 16,7%; não sabem ou não querem responder, 7%. Em um embate entre Marina Silva e Aécio, em um eventual segundo turno, Marina seria eleita presidente com 48,9% das intenções de votos, enquanto Aécio teria 25,2%. Brancos e nulos somariam 17,2%; não souberam ou não quiseram responder, 8,7%.
Com relação aos demais candidatos, Pastor Everaldo (PSC) obteve 1,3% das intenções de votos no primeiro turno; Eduardo Jorge (PV) obteve 0,4%; Luciana Genro 0,3%; e Levy Fidelix (PRTB) 0,2%. Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC) e Rui Costa Pimenta (PCO) obtiveram 0,1% cada; e Mauro Iasi (PCB) 0%. Votos nulos ou brancos somam 8,7%. Não sabem ou não responderam 10,4% dos pesquisados.
Em pesquisa espontânea, quando se pergunta a intenção de voto do eleitor sem mostrar a lista com os nomes dos candidatos, Dilma tem 26,4% das intenções de votos no primeiro turno; Marina chega a 18,6% e Aécio tem 11,3%. Os demais candidatos ficaram com menos de 0,5% dos votos. Brancos e nulos somariam 9,5%; não souberam ou não quiseram responder, 32,9%.

NE 10.